Man cave

PES vai deixar de ter a Liga dos Campeões

A parceira que duravaa há dez anos entre a UEFA e a Konami chegou ao fim.

“Die meister, die besten, les grandes équipes, the champions.” E é desta que nunca mais vai poder cantar o hino da Champions enquanto joga “PES”. O anúncio do fim da parceria entre a UEFA e a Konami, a criadora do jogo, chegou esta quinta-feira, 19 de abril, pelo próprio diretor de marketing da UEFA Events.

A marca japonesa garantiu os direitos da prova milionária em 2008, por ocasião do lançamento da versão de 2009 do jogo. O Manchester United e o Liverpool foram as únicas equipas inglesas a serem licenciadas para, algo relevante para o contexto da série, já que a Premier League não estava presente no franchise da Konami. Este era um dos grandes pontos diferenciadores em relação à série de jogos “FIFA”, detida pela Electronic Arts (EA).

“A licença da UEFA Champions League deu-nos uma plataforma para criar experiências únicas e providenciar aos fãs de futebol em todo o mundo uma oportunidade para jogar esta competição em primeira mão”, declarou Jonas Lygaard, diretor sénior de desenvolvimento de marcas e negócios da Konami Digital Entertainment. “Este ano, no entanto, vamos mudar o nosso foco para outras áreas. Continuaremos a explorar maneiras alternativas para quais a UEFA e a Konami possam continuar a trabalhar juntas, visto que a nossa relação continua forte”, concluiu.

O acordo entre as duas marcas termina após a final da Champions deste ano, que será disputada em Kiev, na Ucrânia, a 26 de maio. O “PES 2018” será o último no qual vai poder ouvir o hino da competição.