Man cave

Há uma nova plataforma de streaming com filmes de culto — e a assinatura é gratuita

Em vez de valor de subscrição, a Spamflix aposta em aluguer por filme.
Créditos: Freepik.com

Chama-se Spamflix e em vez de apostar na fidelidade, esta plataforma de streaming aposta em filmes de culto e diversidade na facilidade de acesso, estando disponível nas novas versões disponíveis para IOS, Android, Chromecast e AirPlay, que permitem o acesso ao um catálogo com mais de 70 filmes a partir de qualquer dispositivo.

Os filmes portugueses “Diamantino”, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, e “Embargo”, de António Ferreira, estão entre as novidades e servem de exemplo para destacar que a oferta da Spamflix é mais focada em filmes que, após passagem pelos cinemas, nem sempre são acessíveis noutras plataformas mais mainstream.

“Reality” e “Wrong”, de Quentin Dupieux (musicalmente conhecido como Mr. Oizo), o mesmo realizador do delicioso alienígena que era “Rubber”, sobre um pneu assassino , são outras das ofertas num catálogo que inclui obras que podem ser incluídas pelos próprios autores.

Em vez de subscrição paga, a Spamflix aposta em aluguer por filme. A app pode ser descarregada na Apple Store e Google Play Store. Para assinalar o lançamento da app, a plataforma de streaming está com uma promoção até 22 de maio: os novos utilizadores terão acesso a um cupão para assistir a um filme grátis à sua escolha na altura do registo.

O custo de cada aluguer é de três euros por filme, podendo o pagamento ser feito através de cartão de crédito ou Paypal. O filme fica disponível por 72 horas. É também possível alugar filmes com packs, que baixam o custo médio por aluguer.