Desporto

Nova derrota do Benfica precipita o adeus de Bruno Lage

Entrou a meio do primeiro ano para ser campeão, sai agora ainda antes de terminar a segunda época.

O Benfic perdeu esta segunda-feira, 29 de junho, na Madeira, frente ao Marítimo, por 0-2. O resultado teria sempre implicações num campeonato que, antes da pandemia, deixava águias a apenas um ponto do FC Porto. Mas para lá das contas do campeonato há outro impacto a ter em conta: Bruno Lage estará de saída.

Após a derrota, Luís Filipe Vieira revelou que o treinador colocou o lugar à disposição. A imprensa desportiva noticiou rapidamente que este pedido teria sido aceite.

A derrota do Benfica à 29ª jornada foi o acumular de uma série de resultados negativos, série essa que começou ainda antes da pandemia e que, com o retomar do campeonato, meses depois da paragem, se agravou. Nos últimos 10 jogos, o Benfica venceu apenas duas partidas, somando cinco empates e três derrotas.

Esta segunda-feira, Bruno Lage não marcou presença na habitual conferência de imprensa após a derrota diante do Marítimo. Para além do campeonato, o treinador que antes liderou o Benfica B venceu ainda uma Supertaça, numa goleada 5-0 frente ao Sporting.

Quando assumiu o comando técnico do Benfica, em janeiro de 2019, o treinador conseguiu explorar João Félix, jovem jogador que colmatou a ausência cada vez mais frequente de Jonas, por lesão. Este ano, apesar de contratações várias, as dúvidas foram-se acumulando à medida que os resultados vacilaram.

Há pouco mais de 13 meses, Bruno Lage fechava com 4-1 uma vitória frente ao Santa Clara que valia ao Benfica um título que parecia perdido com o antecessor, Rui Vitória. Bruno Lage sai agora sem oportunidade de fazer uma época completa.