Desporto

Miguel Oliveira, o português que vai à caça do título de Moto2

O piloto de 23 anos é um dos favoritos do campeonato que começa já este domingo, 18 de março, no Qatar.

Em duas temporadas, o jovem português passou de novato a candidato ao título – um estatuto que reforçou com a brilhante reta final que fez no final da época passada. Venceu as últimas três corridas da época e somou 241 pontos que lhe valeram um terceiro lugar na classificação de 2017. À sua frente ficaram Franco Morbidelli e Thomas Luthi – ambos promovidos ao MotoGP, o escalão máximo da competição de motas. E assim, o caminho fica aberto para a vitória do português que não está, de todo, garantida.

Terminadas as férias e a fase de testes, chega finalmente a altura de Oliveira saltar para cima da mota. O campeonato de Moto2 tem início marcado para este domingo, 18 de março, no Qatar.

“Sinto-me bastante bem. Ligeiramente melhor do que há um ano para iniciar o campeonato, bem preparado e com muita ambição e expectativa em poder fazer um bom resultado. Sei que há uma lista [de candidatos ao título]. Insiro-me nela e é um objetivo para mim ser campeão. Há muitos pilotos que vão dar grandes dores de cabeça. ”, referiu o português de 23 anos à Agência Lusa.

O título para o português seria inédito. Em 2015, quando ainda competia no Moto3, esteve perto de ser campeão, mas ficou a seis pontos do inglês Danny Kent.

Na bolsa de apostas, o piloto de 23 anos é um dos favoritos, ao lado de Álex Marquez, o espanhol e irmão de Marc Márquez, o atual campeão de MotoGP. O piloto da Marc VDS parte como grande rival do português, acompanhado pelo italiano Francesco Bagnaia, que terminou a época passada no quinto posto.

Brad Binder, seu colega na KTM, é também um nome a ter em conta, já que venceu o Moto3 de 2016 e terminou a temporada passada em oitavo.

O mundial de Moto arranca no Circuito Internacional de Losail, no Qatar, às 14h20. O campeonato disputa-se ao longo de oito meses, sendo composto por 19 Grandes Prémios, dos quais 12 são na Europa. Este ano, o GP da Tailândia é a grande novidade, em outubro de 2018.