Desporto

Não foi desta. Jorge Jesus perde a final do Mundial de Clubes

O Flamengo ainda aguentou até ao prolongamento mas não foi capaz de vencer os ingleses do Liverpool.

Esteve quase, mas não foi desta.  O Flamengo perdeu por 1-0 com o Liverpool este sábado, 21 de dezembro, em Doha, no Catar. Com este resultado a equipa de Jorge Jesus não foi capaz de vencer o Mundial de Clubes, aquele que seria um título inédito para o técnico português que revelou ser “a final mais importante da sua carreira”.

A primeira parte foi mais ou menos equilibrada, com algumas oportunidades para ambas as equipas, embora com um pouco mais de posse para os brasileiros. No segundo tempo o Flamengo dominou mais, com Gabigol a rematar várias vezes enquadrado com a baliza dos ingleses e com oportunidade até para um bom pontapé de bicicleta. Sem sucesso para nenhum dos lados, o encontro foi para prolongamento, com o Liverpool a conseguir chegar ao golo ao minuto 99 por Roberto Firmino, curiosamente um brasileiro a atuar em Inglaterra.

Contrariamente ao que é habitual, o técnico português esteve calmo durante a primeira metade da partida, aproveitando as poucas paragens para dar indicações aos seus jogadores. Sempre com a sua característica pastilha elástica na boca, JJ esteve mais irrequieto na segunda parte, andou de um lado para o outro e ainda pediu calma a João de Deus quando já depois dos 90 minutos o árbitro recorreu ao VAR para decidir a marcação de um penálti contra o Flamengo, que não veio a acontecer. O estilo manteve-se ao longo do prolongamento.

No final do encontro, Jesus cumprimentou o técnico rival, Klopp, embora fosse nesse momento o rosto do desalento.

No outro jogo que fechou o Mundial de Clubes, o Monterrey acabou por ficar com o terceiro lugar, ao vencer o Al Hilal já em penáltis, depois de terem ficado empatados a duas bolas.

Desde julho no Flamengo, Jorge Jesus já conquistou o campeonato brasileiro e a Copa Libertadores, juntando agora o segundo lugar no Mundial de Clubes.