Cultura

Afinal, “Hannibal” pode não ter chegado ao fim

Série foi cancelada pela NBC em 2015. Bryan Fuller, o criador, diz que tem uma ideia para a quarta temporada e que já falou com os protagonistas.

Em agosto de 2015, a televisão despediu-se de Hannibal Lecter depois de a NBC ter decidido cancelar “Hannibal” no final da terceira temporada. Na altura, Bryan Fuller, o criador, deixou uma mensagem

“Hannibal está agora a terminar a sua última refeição à mesa da NBC, mas um canibal faminto pode sempre comer outra vez.”

Cerca de dois anos mais tarde, a promessa pode estar prestes a ser cumprida e foi o próprio que o revelou no podcast “Post Mortem with Mick Garris”, onde explicou já ter falado com os protagonistas da história e com a produtora executiva, Martha De Laurentiis sobre a quarta temporada.

“Tenho conversas com a Martha, tenho conversas com o Mads [Mikkelsen] e com o Hugh [Dancy]. Estamos todos entusiasmados com a perspetiva de regressar à história. […] Há um novo capítulo interessante na relação entre Will Graham e Hannibal Lecter que seria fascinante revelar.”

Se a NBC continuar sem interesse em retomar “Hannibal”, a série pode mudar-se para outros canais, como já aconteceu com projetos como “The Mindy Project” ou “Arrested Development”.

O projeto estreou em 2013 centrando-se na ligação de Lecter, psiquiatra, e de um paciente, o agente do FBI Will Graham. Foram transmitidos 39 episódios.