Barba e camisa

Colin Farrell: o irishman que o vai inspirar a vestir-se bem

O estilo da estrela de "O Sacrifício de Um Cervo Sagrado" está todo nos pormenores.

O provocador realizador Yorgos Lanthimos acaba de lançar mais um filme que promete pôr toda a gente a questionar-se. E mais uma vez conta com o irlandês mais estiloso da atualidade, Colin Farrell, depois de ter também ele sido a estrela de “A Lagosta”, nomeado em 2015 para Melhor Argumento nos Óscares. Loucuras cinematográficas à parte, aqui o tema é mesmo a pinta do ator que é o maior quebra-corações a sair da ilha do Eire – desculpa lá, Fassbender.

Nasceu em 1976, em Castleknock, nos subúrbios de Dublin, no seio de uma família fanática por futebol, já que tanto o pai como o tio jogaram profissionalmente em equipas irlandesas. Durante uns tempos parecia que o jovem Colin iria seguir as pisadas dos membros mais velhos da família, mas acabou por ser desviado para o mundo da música. De facto, Farrell chegou a tocar em algumas bandas e a candidatar-se para ser membro da famosa boy band Boyzone, sem sucesso.

Acabaria por se dedicar à representação e foi precisamente nos EUA, onde gravou os seus primeiros filmes. Depois de “Hart’s War” (2002), onde contracena com Bruce Willis, e de “Relatório Minoritário” (2002), com Tom Cruise, Farrell gravou com Al Pacino e Samuel L. Jackson no filme “Recruta” (2003) e “S.W.A.T.” (2003), respectivamente.

Em conjunto com Jamie Foxx, filmou o reboot da mítica série “Miami Vice” (2006), mas foi apenas em 2008 com “Em Bruges” que Farrell ganhou o Globo de Ouro para Melhor Actor. O filme foi também nomeado para o Oscar de melhor argumento.

Carregue na galeria em baixo para perceber de que é feito o estilo de Farrell, com ênfase no preto e tonalidades escuras, simplicidade nas grandes escolhas mas muita criatividade nos pormenores.