Barba e camisa

The Captain Socks: as meias portuguesas divertidas que até os estrangeiros querem calçar

Apostam em cores fortes e todos os modelos têm pequenos ícones bordados – e não se querem ficar pelas meias.
Foto do Instagram da marca

O que é que o Caminho de Santiago, um MBA e uma marca de meias têm em comum? Aparentemente muito pouco, mas as aparências enganam. Tudo isto está na essência da criação da The Captain Shoes, a nova marca de meias cool totalmente portuguesas lançada em dezembro de 2018.

Tiago Monteiro é a pessoa por detrás desta nova marca que, ao fim de dez anos a trabalhar em centros comerciais e na área do marketing, decidiu criar a sua própria empresa. “Em março de 2018, depois de concluir um MBA, decidi sair porque queria criar um projeto próprio, ainda não sabia bem o quê naquela altura, mas queria que fosse muito focado no online. Sabia que queria trabalhar com algo direcionado para homens e foi a partir daí que comecei a investigar e a tentar perceber onde é que haveria espaço para uma marca de acessórios de homem”, conta à PLAYBOY.

É aqui que entra a parte curiosa do Caminho de Santiago. “No Caminho de Santiago, que fiz em abril de 2018, foi quando esta ideia começou a amadurecer mais na minha cabeça, comecei a definir qual seria o meu negócio e onde é que poderia enquadrar uma marca minha. É engraçado que, à medida que ia parando para dormir numa ou noutra cidade, entrava numa loja e parecia que só via meias. Parece uma ligação um pouco palerma mas a ideia começou a surgir assim quase por acaso. E o facto de andar muito tempo a pé a percorrer os caminhos também ajudou a que fossem surgindo mais ideias”.

Além desta ligação,  Tiago tinha um gosto particular pelo acessório e era consumidor regular de algumas marcas que agora são suas concorrentes. “Quando trabalhava, tinha dificuldade em encontrar meias que saíssem do habitual preto, azul marinho ou castanho para ligar com um fato e numa situação mais formal. Foi a partir daí que comecei a delinear a ideia, tentar construir uma marca de meias com alguma sobriedade e que pudesse ter ícones minimalistas que pudessem ser usados tanto numa questão formal como informal”, explica o empresário do Porto.

The Captain Socks: as meias portuguesas divertidas que até os estrangeiros querem calçar
Foto do Instagram da marca

Desde a ideia inicial até ao lançamento da marca passou mais de meio ano, tempo gasto à procura do local ideal para produção. Depois de visitar várias fábricas de meias em Portugal, tentar perceber todo o processo de produção e o que dá mais qualidade às meias, Tiago optou por uma fábrica na Lousã. “É das poucas com máquinas de 200 agulhas, que é o que permite fazer desenhos mais minimalistas”.

Na marca criada pelo empresário de 33 anos, todas as meias são enfeitadas com pequenos ícones. Umas são mais discretas e outras mais arrojadas, mas todas são diferentes das versões clássicas. A ideia é que as meias possam mostrar os gostos e hobbies de cada um e por isso é possível encontrar pares que fazem alusão ao fitness, aos barbeiros, a viagens ou a baristas.

O capitão

De onde vem este nome da marca? “Eu sabia que queria alguma coisa que fosse em inglês, porque concentro-me muito no mercado externo e quero crescer a nível da exportação. Queria um nome que ao mesmo tempo fosse fácil de memorizar e que de certa forma fosse masculino. The Captain porque a meia é usada no pé, o pé é o primeiro que toca no solo quando estamos a caminhar e é o que define o nosso caminho. Ora, este é o papel de um capitão e achei que faria todo o sentido para a marca. Para quem está a usar, é o capitão do seu próprio caminho, é ele quem define as suas regras e assim ficou”.

A bola está agora do lado dos clientes e Tiago explica que esses capitães que se querem de meias nos pés serão homens com idades médias entre os 28 e os 42 anos e muito ligados a profissões como barbeiros, baristas ou outros profissionais que se identifiquem com os motivos das meias.

Sempre a crescer

Nos primeiros três meses, a The Captain já vendeu entre 1400 e 1500 pares de meias, num consumo que começou por ser de um ou dois pares por cliente e foi aumentando o volume. “Agora já começa a ser diferente, temos clientes que já repetem a compra e num maior volume. Neste momento já vendemos mais para mercados externos do que para Portugal, mas queremos que isso seja feito mercado a mercado, de forma sustentável”. Nestes clientes estrangeiros lideram os espanhóis, seguidos dos italianos e franceses, mas as meias da The Captain Socks já chegam ao Reino Unido, Alemanha ou Áustria.

O desafio agora é “continuar a lançar um desenho novo todos os meses e explorar outro tipo de acessórios e trabalhar em colaboração com outras pessoas e marcas e continuar a aposta no mercado internacional”. O futuro passará por outros acessórios como boxers, sweatshirts e produtos em couro como carteiras.

As meias da The Captain Socks custam entre 11,90€ e 12,90€ e, além do site da marca, estão à venda numa loja em Milão e em lojas como a Almada 13 ou a Life Urban Store no Porto.

Carregue na galeria para ver a nossa seleção de alguns modelos das meias da The Captain Socks.